Clube de Jazz

Antonio Loureiro & Rafael Martini lançam o álbum Ressonância -
  • Canção
  • Jazz
  • Lançamento de disco
  • Música Instrumental Brasileira

Antonio Loureiro & Rafael Martini lançam o álbum Ressonância

Sexta, 09/12

  • Abertura da casa: 19h
  • Primeiro Set: 20h30
  • Segundo Set: 22h
  • Área Interna: R$ 35
  • Área Externa: R$ 15
Ingressos Antecipados

As vendas antecipadas pelo Eventbrite se encerram às 19h do dia do evento. Após este horário, ingressos na porta.

Antonio Loureiro e Rafael Martini são parceiros na música há 15 anos. Suas trajetórias individuais são irmanadas na origem e por isso eles compartilham muitas semelhanças em suas musicalidades. Iniciando sua história conjunta como músicos da banda do cantautor Kristoff Silva, tiveram uma experiência profunda com a canção em seu entendimento, sua execução e sua gênese. Os dois foram também membros fundadores de grupos de música instrumental como a Misturada Orquestra, o quarteto Associação Livre e o grupo Ramo, este último ganhador dos prêmios Pixinguinha (FUNARTE) e Marco Antônio Araújo de melhor disco de música instrumental do ano de 2009. Têm, portando, um trânsito fluido entre as linguagens da canção de música instrumental, como pode ser conferido tanto em seus trabalhos solo como neste novíssimo álbum em duo, “Ressonância”.

O álbum é uma celebração dessa parceria e coloca em evidência a influência mútua exercida entre os dois músicos, deixando-se escutar, justamente, a ressonância entre as musicalidades nas obras de cada um. Músicas inéditas são mescladas a releituras de músicas de álbuns individuais anteriores, em interpretações onde nota-se a intimidade entre Antonio e Rafael, onde arranjo e espontaneidade se confundem. Tocando simultaneamente vários instrumentos e cantando, o duo alcança sonoridades surpreendentemente completas. Antonio assume a bateria, synths, piano acústico e elétrico e Rafael o piano, synth, eletrônica e acordeom. Os dois dividem os vocais nas canções do disco, que tem como letristas Renato Negrão, Makely Ka e Leonora Weissmann, além dos próprios Antonio e Rafael.

Produzido no estúdio Monteverdi pelo músico André Mehmari, o álbum foi gravado ao vivo, e tem como parceiro o selo Japonês NRT.

Rafael Martini

O compositor, pianista e cantor Rafael Martini tem três álbuns solos lançados, onde canção, música instrumental, orquestral e eletrônica são vocabulário na elaboração de uma voz própria como artista, durante quase 20 anos de carreira.

Além de seu trabalho próprio, já bastante premiado nos campos da composição e arranjo, Rafael atua como instrumentista e arranjador ao lado de artistas como Egberto Gismonti e Mônica Salmaso.

Pesquisador e educador musical, Martini é mestre na área de processos criativos musicais e atua também na universidade à frente, entre outras coisas, da Geraes Big Band, na UFMG.

Já apresentou seu trabalho em várias partes do mundo, em especial no Japão, onde realizou turnês, produziu trabalhos discográficos e conquistou um público já afeito à música brasileira, em especial à de Minas Gerais, de onde Martini retira muito de seu substrato criativo, sem deixar de se expressar como um artista com a antena voltada para o mundo e o tempo de agora.

Antonio Loureiro

Aos 34 anos, Loureiro vai construindo sua carreira autoral, ao mesmo tempo que é um dos músicos mais requisitados da atual cena da música brasileira. Do jazz à música popular, o multi-instrumentista e também cantor, compositor, arranjador e produtor musical lançou em 2018 seu sexto disco autoral, Livre (ybmusic) com o qual já excursionou pelo Brasil, Japão, Portugal e Alemanha. Inicia aos 14 anos de idade sua carreira profissional como baterista, acompanhando em turnês Brasil afora nomes como Toninho Horta, Chico Amaral, Juarez Moreira, entre outros admirados representantes da música produzida em Minas Gerais, para além da fronteira local Em 2007 ganha o prêmio BDMG Instrumental - melhor compositor, melhor arranjo e melhor instrumentista. Em 2010, lança o seu primeiro álbum autoral, comparticipações de André Mehmari, Quinteto Sujeito a Guincho, Fabiana Cozza, Marcelo Pretto, e do cantor francês, colaborador do projeto, David Linx. “Só”(2013), seu segundo álbum, transporta-o para o Japão. Através de uma parceria que se estende até hoje com a agência NRT/Marítima, Antonio Loureiro passa a se apresentar constantemente no país, lançando em 2014, inclusive, o cd “Ao vivo em Tóquio”, com a realização de nova turnê, em 2015. Em 2014,lança também o álbum Herz Loureiro, ao lado do violinista brasileiro Ricardo Herz, e em 2017 lança álbum em duo com o renomado compositor e pianista André Mehmari. Hoje, faz parte do grupo do ícone do jazz norte americano Kurt Rosenwinkel, é baterista do grupo do guitarrista Pedro Martins. Acompanhando estes dois, Loureiro participou dos principais festivais de Jazz do mundo como Montreux Jazz e Montreal jazz festival, fez turnês por mais de 30 países incluindo renomados circuitos como o circuito Blue Note da Asia, e tocou no Crossroads 2019 organizado por Eric Clapton, que conta com um lineup com os maiores guitarristas da atualidade e de todos os tempos.

Desenvolve seu projeto autoral sempre, além de projetos especiais em parcerias como o último com o baterista Obed Calvaire. Além disso trabalha constantemente produzindo discos e trilhas em seu estúdio. No Brasil ainda forma duos com André Mehmari e Ricardo Herz além de um trabalho em duo com o baixista dinamarquês Jasper Hoiby (Phronesis). Nesta quarentena desenvolveu as “Conversas de Composição” que contaram com 5 grupos totalizando 40 participantes que analisaram composições autorais e temas relativos a pratica da composição. Em Junho de 2021 lançou o disco Matéria de Improviso em duo com o renomado pianista André Mehmari. É o segundo disco do duo.

Instagram: @rafael_martini_ @antonioloureiromusic

Formação:

  • Rafael Martini: voz, piano, synth, eletrônica e acordeom
  • Antonio Loureiro: voz, bateria, synths, piano